English

 

 

 

MAX LINDER

 

 

Max Linder, o adoravel artista do cinematographo, cujo trabalho é hoje universalmente conhecido e applaudido, deve estar actualmente em Lisboa, no theatro Republica. Em sua companhia, além de outros artistas, viaja a bailarina russa da Opera de Pariz, Napierkowska.

   Por toda a parte, a tournée de Max Linder tem despertado o mais ruidoso successo.

   Max Linder viajou de Pariz a Barcellona, sem bilhete de passagem. Quando chegou á Barcellona, foi logo preso, o que elle já esperava, como principio da eu extraordinario reclamo.

   Ao receber ordem de prisão, Max exigiu um automovel para ir á delegacia, e assim foi feito. Ao sahir da delegacia, onde se explicou com a autoridade, ficando todos conhecendo o extravagante passageiro, Max é acompanhado poi uma numerosa multidão que ria e applaudia o truc do endiabrado artista. Esse reclamo valeu-lhe o successo da sua tournée atravez da Hespanha e Portugal.

   Em caminho, por uma das ruas de Barcellona, Max encontra um burro... vagabundo. Não perdeu tempo; montou no animal e continuou o seu caminho, entrando assim triumphalmente no theatro, onde, no dia seguinte, da sala repleta de espectadores, recebeu uma brilhante ovação.

   Ao que parece, todas essas peripecias tinham sido habilmente preparadas por Max Linder, ainda mais que dessas principaes scenas foram apanhadas photographias e films, por photographos que elle levava.

   De Lisboa, é muito provavel, muito certo mesmo, que Max Linder venha até o Rio.

   Quer isto dizer que teremos por ahi muitas moças romanticas apaixonadas pelo applaudido artista. (Cachoeirano, 17.11.1912)