Max Linder

 

   O conhecidíssimo actor cinematographico que durante largo tempo trabalhou para a casa Pathé. Pela insignificante quantia de 300 francos por mez, acaba de firmar um contrato magnifico.

   Quando o cinema começou e todos pensavam que essa diversão seria apenas um entretenimento para crianças, Max Linder abandonou completamente o Theatro, onde era uma utilidade, e entrou para o cinema.

   A primeira fita em que Max Linder trabalhou foi na Um drama de Sevilha, mais conhecida com o nome de Paixão de Toureiro, fazendo um papel dramático. Quem será capaz de acreditar-o ? . . .

   Nessa fita entrava uma artista muito bonita, chamada Magda Simon, que o nosso publico apelidou de Toureira.

   Foi esse o primeiro trabalho cinematographico e o primeiro exito de Max Linder, de quem se tem dito as coisas mais espantosas, inclusive a balela de que nascera. . . no Brazil.

   O ultimo contrato que o Max fez, com a casa Pathé foi por 3 annos, mediante o pagamento de 1 milhão de francos, com a condição do pagamento ser feito no fim.

   Quando rebentou a guerra, Max Linder incorporou-se ao exercito, para cumprir os seus deveres patrióticos, mas adoeceu e foi mais tarde declarado invalido. Constou que estava no campo de batalha, como chauffeur do ministério da Guerra.

   Ha pouco tempo ofereceram lhe um contrato vantajosíssimo, a caminho da fortuna. Max rejeitou-o, lembrando-se de que devia ser grato á casa Pathé, onde tinha feito todoffea a sua carreira de actor cinematographico. Mas os seus antigos empresários lhe ofereceram apenas 12 mil francos por 15 films completos, e entre 12 mil e 2 milhões de francos que lhe ofereciam, pela «tournée», não hesitou, pois que, se a gratidão pesava numa concha da balança da sua consciência, muito mais deviam pesar os 2 milhões de francos, uma fortuna calculada em 1.494 contos.

   De Contrexeville, onde se achava convalescendo da moléstia grave adquirida nos campos de batalha (Max Linder é fraco dos pulmões),— partiu o popular artista para a Suissa, e depois de passar algumas semanas em Paris, para matar saudades, seguirá para os Estados Unidos, onde realizará a sua «tournée», que deverá começar por Chicago.

   De lá virá Max Linder ao Brazil? Se vier fará um immenso suecesso. (O Pharol, 21.10.1916)